top of page

S2AQUA integra projeto inovador para explorar o futuro de novas fontes de proteína

O projeto FEASTS foi lançado em janeiro deste ano, num encontro em Lisboa, que reuniu o consórcio de 36 instituições, oriundas de 17 países. O S2AQUAcoLAB participa ativamente neste projeto, na vertente de desenvolvimento e promoção de uma Aquacultura celular sustentável.



O projeto FEASTS (Fostering European Cellular Agriculture for Sustainable Transition Solution), financiado pelo Horizonte Europa, tem como objetivo disponibilizar uma base de conhecimento alargada, dedicada ao cultivo de carne e peixe em laboratório, bem como o seu papel no sistema alimentar.


Ao longo dos próximos três anos do projeto, serão abordadas questões relacionadas com o uso de tecnologias sustentáveis para a produção, aspetos nutricionais, de regulação e ética, assim como análises de ciclo de vida ambiental, económica e social da produção aquícola tradicional e da aquacultura celular.


Este projeto é um desafio a vários níveis, explica Joana Rosa, investigadora do S2AQUAcoLAB na área da Aquacultura celular, envolvida no FEASTS desde o seu início: “este projeto vem dar um impulso a esta nova forma de produção de proteína animal para consumo humano, ao mesmo tempo em que responde a outras problemáticas que surgem sempre que se fala em produção alimentar, tais como a sustentabilidade e a escassez alimentar.” 


A prática de cultivo de proteína, para obter carne e peixe, tem o potencial de mitigar os efeitos negativos dos métodos intensivos usados atualmente, ao mesmo tempo em que possibilita a disponibilização de produtos seguros, nutritivos e acessíveis. Argumentos e resultados que serão igualmente apresentados aos principais atores da indústria da produção, que o projeto FEASTS pretende envolver ativamente no design de processos e cenários futuros.

Os consumidores são também um público-alvo que o projeto identificou, tendo sido desenhadas atividades específicas para trabalhar aspetos como a lacuna de conhecimento em relação à nutrição e segurança alimentar. Ações como workshops e estudos de grupos-foco serão levados a cabo para avaliar as preferências dos consumidores, aferir a diversidade cultural em termos alimentares e a aceitação de novos produtos. Todas estas ações abrirão portas a discussões abertas e informadas sobre o papel da agricultura e da aquacultura celular, face à crescente procura de proteína, por parte da população.


De salientar que atualmente a indústria pecuária, no atual sistema alimentar, gera 17% das emissões totais de gases de efeito estufa, fornecendo apenas 18% das calorias globais e 37% das proteínas globais. 

 

Consórcio FEASTS

O consórcio do FEASTS inclui algumas das principais universidades e institutos de investigação europeias, startups, aceleradoras de negócios, consultores independentes, iniciativas internacionais de inovação alimentar, representantes das indústrias agrícola e aquática, assim como uma associação de consumidores.

Um dos mais ambiciosos objetivos do FEASTS é estabelecer um modelo de gestão para o setor a nível da União Europeia e criar um quadro para a produção sustentável de produtos cultivados seguros, nutritivos e amplamente acessíveis a todos os consumidores.

 

Sobre o S2AQUA

O S2AQUA compromete-se a ser um contribuinte ativo e líder no avanço de práticas sustentáveis na indústria de aquacultura. Este projeto reforça o compromisso contínuo do S2AQUA em impulsionar a inovação, promover a sustentabilidade e fornecer soluções e novos produtos que beneficiem tanto a indústria quanto a sociedade.

Comentários


bottom of page